< Voltar para notícias

Rally da pecuária: Técnicos esperam encontrar nas fazendas de MS maior uso de tecnologia

O coordenador do Rally da Pecuária 2018 e diretor da Athenagro, Mauricio Palma Nogueira, diz que os técnicos da expedição esperam encontrar nas áreas de produção pecuária a serem visitadas um nível maior de aplicação de tecnologia, principalmente em Mato Grosso do Sul

Maringá, PR, 26/06/2018 - O coordenador do Rally da Pecuária 2018 e diretor da Athenagro, Mauricio Palma Nogueira, diz que os técnicos da expedição esperam encontrar nas áreas de produção pecuária a serem visitadas um nível maior de aplicação de tecnologia, principalmente em Mato Grosso do Sul. "A pecuária pantaneira precisará agregar valor caso queira sobreviver com rentabilidade nos próximos anos", afirma. Para o analista, o aumento da rentabilidade é um ponto crucial para quem quiser se manter na atividade. Nogueira abriu ontem à noite, em evento em Maringá, no Paraná, a etapa do Rally que tem a participação do Broadcast Agro.

Técnicos da equipe dois do Rally passarão por Nova Andradina, Dourados, Aquidauana e Campo Grande, todas em Mato Grosso do Sul. A pastagem ganhará atenção especial. No Estado, segundo a Athenagro, observações a campo, quando cruzadas com informações fornecidas pelos pecuaristas, apontam uma redução da área de pastos, resultado do maior aporte tecnológico na produção.

O Rally da Pecuária 2018 teve início dia 18 de junho. A primeira equipe percorreu propriedades no Rio Grande do Sul para verificar as condições do gado de corte. No total, serão sete equipes técnicas que visitarão 11 Estados - Rio Grande do Sul, Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Tocantins, Pará, Mato Grosso, Rondônia e Acre.

(Camila Turtelli, camila.turtelli@estadao.com)

* a jornalista viajou a convite do Rally do Pecuária.

Fonte da Notícia
AGRO NEWS